Tecnologia Simples

Reconhecimento facial no check-in do aeroporto de Sydney

Iniciou os testes de reconhecimento facial no aeroporto de Sydney em parceria com a Qantas

A cidade de Sydney na Austrália inciou os testes de reconhecimento facial em seu aeroporto internacional. A medida se iniciou em parceria com a companhia aérea Qantas, que tem como objetivo principal ter uma segunda opção de verificação e não só confiar no papel, já que em todo mundo as fraudes de passaportes estão aumentando.

Reconhecimento Facial do passageiro

O projeto está no inicio, mas as pretensões são gigantesca, já que a movimentação anual de passageiros é de aproximadamente 43 milhões. E fazer uma varredura facial de cada passageiro exige uma infraestrutura robusta e diversos profissionais para implementar, validar, testar e executar o projeto.

Qantas parceira no projeto

A companhia aérea foi a primeira a iniciar o projeto e o CEO do Aeroporto de Sydney fez uma declarou a imprensa que está muito empolgado com o projeto.

“Trabalhamos com a Qantas desde o início e estamos felizes em fazer uma parceria com eles enquanto testamos essa tecnologia”, disse Geoff Culbert, CEO da Sydney Airport, em comunicado à imprensa. “No futuro, não haverá mais malabarismo com passaportes e malas no momento do check-in e procuras em bolsos ou smartphones para mostrar seu cartão de embarque”, acrescentou. “Seu rosto será seu passaporte e seu cartão de embarque em todas as etapas do processo.”

Preocupações com a Segurança dos Dados

Em contra partida há uma preocupação na movimentação dos dados, já que o programa de reconhecimento facial irá precisar realizar a consulta dos dados dos passageiros em algum banco de dados. Isso leva o nível de preocupação com os Crackers que podem tentar acessar essa base e modifica-lá criando um novo mercado de fraudes.

Vai substituir o passaporte?

Não, para descartar o passaporte,seria necessário a implantação em todo o mundo. A ideia é que o passaporte seja um segundo nível de verificação e não o primeiro e único como acontece hoje.

O objetivo é inicialmente automatizar o check-in e quando estiver funcionando tranquilamente, irá para automatizar o acesso ao Lounge e Despacho de Bagagens. Só depois vão trabalhar para implantar o reconhecimento facial no processo de imigração.

Comentários

E o que você acha? Acha que vai funcionar o reconhecimento facial em identificação de passageiros em aeroportos? Coloque nos comentários sua opinião.

Newsletter

Quer receber também materiais, notícias, novidades e curiosidades do mundo da tecnologia? Se inscreva em nossa newsletter.

Descontos

Temos diversas parcerias com diversas empresas. Quer descontos? Acesse nossa página e veja as promoções que oferecemos para vocês. Promoções TechTem.

Redes Sociais

Siga a gente nas redes sociais. Facebook

Comentários